5 dicas para avaliar se é necessário um financiamento para sua pequena empresa.

5 dicas para avaliar se é necessário um financiamento para sua pequena empresa.

Obter mais dinheiro muitas vezes parece um caminho fácil, afinal, com um financiamento você pode investir em melhorias para sua pequena empresa, não é? Na realidade as coisas não funcionam bem assim. Da mesma forma que investimentos estratégicos podem gerar muito lucro, inversamente, investimentos errados podem gerar grandes despesas.

 Por isso selecionamos alguns pontos importantes para um empreendedor analisar antes de obter financiamento para pequenas empresas. Acompanhe:

1. Entenda suas necessidades

Qual é a real necessidade deste financiamento? Ele vem ao encontro das necessidades reais da empresa? Como você enxerga sua empresa nos próximos dois anos sem o financiamento? E com o financiamento? Sente ao lado de seus sócios e também de seu contador, que são as pessoas mais indicadas para te ajudar, e defina exatamente por que sua empresa deve tomar esta atitude.

2. Tenha um foco

Defina um objetivo maior, um sonho que você quer realizar com este dinheiro que vai entrar para a conta da sua empresa. Pode ser expansão, capital de giro, pesquisa e desenvolvimento ou algo que não dê lucros diretos, mas que contribua para a saúde organizacional da empresa como uma sala de jogos ou novos ar-condicionados. Definir seu foco irá fazer você não desanimar ou voltar atrás quando a empresa passar por dificuldades financeiras.

3. Conheça bem as linhas de créditos disponíveis

Veja com o seu contador, que é a pessoa especialista, e conheça quais são as principais linhas de crédito disponíveis no mercado, seu prazo, carência, taxa de juros e garantia. Observe se você o seu retorno de investimento será suficiente para pagar as taxas e juros sobre o financiamento.

4. Planeje detalhadamente seus gastos para não acabar com mais dividas

Antes de assinar os contratos do financiamento planeje suas finanças entre seis à doze meses e simule cenários de insucesso para traçar planos B. Não queremos que você seja pessimista em relação ao novo investimento, apenas seja realista a ponto de entender que tudo pode dar errado e sua empresa poderá se afundar em dívidas. Preveja quais custos operacionais você pode cortar desde já para pagar suas contas em dia.

5. Tenha todos os dados financeiros da sua empresa em ordem

Com as receitas, as despesas e o plano de contas da sua empresa estruturado fica mais simples de calcular quais pontos da sua empresa precisam realmente de investimento. Ter um Sistema de Fluxo de Caixa Online integrado com um bom painel de controle como o Compracam ERP também pode lhe ajudar a fugir dos “achismos” e obter apenas investimento necessário para sua empresa crescer de forma saudável.
Estas são dicas básicas, mas podem fazer toda a diferença para você otimizar o uso do seu financiamento e não se apertar com taxas e juros. E você? Já fez algum financiamento para sua pequena empresa? Conte suas história pra gente, teremos o prazer de escrever sobre sua experiência aqui no blog.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.