Oque é terceirização? E oque ele pode trazer de bom para a minha empresa?

A terceirização ganhou espaço no noticiário e deixou vários empresários atentos as novas mudanças que aconteceu com a “Lei de Terceirização”. Mas não é de hoje que a terceirização de serviços é uma realidade no mercado, saiba oque é e quais são os pontos fortes e os fracos de se terceirizar.

Sendo uma grande aposta para quem busca transformar os processos da empresa, é muito comum que as empresas optem por terceirizar as atividades que não sejam de seu conhecimento de produção, em outras palavras as empresas buscam especialistas para poderem desempenhar as atividades de modo mais eficiente e menos burocrático.

Com a vinda da chamada “lei da terceirização”, a terceirização passa ser permitida não somente para as atividades meio, mas também para as atividades fim. Mas oque é atividade meio e atividade fim? Imagine uma confecção, a atividade meio são os serviços auxiliares como limpeza e segurança, e a atividade fim é a atividade no qual a empresa produz, como peças de roupa.

Mas cuidado caso esteja pensando na terceirização somente como redução de custo, pois é possível que ele se torne algo mais caro que o  planejado, quando for pensar em contratar os serviços de terceiro é sempre importante observar o seu plano de negócio e tomar uma decisão estratégica, sempre pensando no que é mais vantajoso para a sua empresa. Para isso vamos explicar oque é terceirização.

 

Oque é terceirização?

Podemos definir como o ato de transferir para uma outra empresa a responsabilidade pela execução de um determinado serviço, em outras palavras é quando uma empresa contrata outra para a realização de serviços no lugar de utilizar/contratar funcionários próprios.

Com sansão da nova lei, agora passamos a ter novas regras como:

  • A terceirização se torna aplicável para qualquer atividade, antes era permitido somente terceirizar a atividade meio.
  • A contratação, remuneração e o gerenciamento dos trabalhos ficam sob responsabilidade da empresa contratada. Ou seja, a empresa contratada não é obrigada a oferecer os mesmos benefícios que a empresa contratante oferece aos seus funcionários.
  • Com a nova vei prevê a responsabilização subsidiária. Em outras palavras o funcionário só poderá cobrar na Justiça os direitos trabalhistas da empresa contratante, caso a terceirizada não tiver recursos para arcar com o pagamento da rescisão.
  • Dependendo da quantidade de funcionários há faixas de capital estabelecidas.

 

E compensa terceirizar?

Antes de tudo, a terceirização irá te ajudar ou somente te atrapalhar? A contratação de uma empresa para prestar serviços vem como uma forma de baratear a mão de obra, pois ficará mais barato contratar uma empresa do que contratar um funcionário com carteira assinada, onde gera encargos e deveres.

Mas a economia pode significar dor de cabeça. Por isso antes de contratar uma empresa analise:

  • Qual é a qualificação da empresa que será contratada;
  • A transparência na negociação, nos custos envolvidos e nas obrigações das partes;
  • Quais são as referências da empresa que será contratada, qual é seu histórico e de seus sócios;
  • Ela consegue se adequar as necessidades de seu negócio;
  • Se ela é realmente parceira e tem real interesse em melhorar os serviços oferecidos pela sua empresa;

Saiba que a empresa contratada terá de ser uma real parceira, pois parte do processo de produção e geração de valor passará por ela, uma contratação bem feita e planejada pode representar geração de ganhos importantes, como a diminuição do tempo, foco no seu modelo de negócio e na parte estratégica.

Lembre também, que o vínculo empregatício é proibido, então faça um contrato bem estruturado para que no futuro não cause problemas, pois você não pode exigir dos trabalhadores mais que já previsto e que caso a empresa contratada feche as portas e não tenha como arcar com as despesas trabalhistas, você terá a obrigação de pagar todas as indenizações e direitos aos trabalhadores.

 

E abrir uma empresa de terceirizações?

Como já falado, com a nova lei as terceirizações abrirá um mercado muito amplo, pois representando redução de custos para as empresas e uma garantia de um trabalho bem realizado, assim para quem está desempregado e deseja re alocar no mercado é uma boa dica a abertura de um MEI e trabalhar prestando serviços, lembrando que uma empresa não pode contratar como terceirizado alguém que foi desligado de seu quadro de colaborador a menos de 3 meses.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.