fbpx

GestorIdeal

Como Evitar A Inadimplência

É preciso ter muito cuidado ao vender a prazo, uma soma de calotes pode nos levar à falência. Separamos algumas dicas que podem ajudar a contornar as inadimplências, ter sempre dinheiro em caixa e manter as contas em dia. 

Sempre existirão os clientes que atrasam suas contas, não temos como evitar as inadimplências, mas há alternativas para tentar reduzi-las e evitá-las, como por exemplo, levar em consideração a inadimplência na hora de formar o preço de venda.

Atenção ao seguintes fatores antes de ceder crédito

Sazonalidade – É normal que em algumas épocas do ano a inadimplência seja maior, fique atento em saber qual é a época para seu negócio.

Início de ano – É uma época típica para inadimplência, pois o consumidor está vindo de suas compras de Natal, das festas de final de ano, das férias e logo virá o pagamento do IPVA e IPTU, carnaval, etc. 

Períodos de maior gasto com a família – um caso típico de começo de ano para famílias que têm filhos em idade escolar, é a compra de material escolar, uniformes, pagamento de matrícula, entre outras coisas. Acaba gerando um “desvio” do orçamento e deixando o resto das despesas de lado. Isso não acontecerá se a família seguir as dicas do nosso post 5 dicas para você ter mais dinheiro ao final do mês.

Cuidado com os cheques

Contas bancárias recém abertas – elas têm um índice de inadimplência bem alto e isso ocorre pois geralmente os responsáveis têm acesso à cadastros comerciais e, com isso, conseguem abertura de inúmeras contas correntes. Elas até são contas reais, mas na verdade são fantasmas.

Contas bancárias antigas – o perigo mora no golpe do cheque falso, que não se trata de inadimplência, mas crime de falsificação. Nesse caso, quem teve seu cheque falsificado não tem culpa, o banco não culpa, e o prejuízo acaba ficando com o empresário. Tome muito cuidado com isso.

Por lei, você não é obrigado a aceitar cheques, mas certifique-se de informar o consumidor de forma que o mesmo entenda, fixando cartazes de avisos, como: “Não aceitamos cheques de terceiros” ou, “só aceitamos cheques mediante consulta e apresentação de CPF e RG”.

Se puder, não faça financiamento através de crediário próprio

Vender através de cartões de crédito ou de agentes financeiros é o jeito mais confiável para receber contas a prazo.

Se for fazer crediário próprio, use garantias pessoais:

AVAL – é uma garantia dada por uma pessoa física ou jurídica que se responsabiliza pelo pagamento da dívida, caso a pessoa que emprestou esse crédito não honre com seu compromisso.

FIANÇA – É uma obrigação escrita. É um contrato que o fiador garante o cumprimento da obrigação do devedor caso ele não pague.

ou de garantias reais:

HIPOTECA – O pagamento da dívida é garantido com um bem imóvel. A empresa só readquire a propriedade, após a quitação integral da dívida.

PENHOR – A empresa entrega um bem móvel à instituição financeira, como garantia de pagamento da dívida, mas também mantém sua propriedade. Caso a dívida não seja paga no prazo, a instituição financeira recebe a posse definitiva e a propriedade do bem penhorado.

ALIENAÇÃO FIDUCIÁRIA – A empresa transfere a propriedade de um bem móvel a uma instituição financeira, mantendo apenas a sua posse, o que possibilita que a empresa continue utilizando o bem, mesmo estando alienado. A propriedade do bem só é devolvida para a empresa depois que a dívida for paga integralmente.

Mesmo com todos esses cuidados, ainda poderemos ter problemas com consumidores inadimplentes, pois são situações imprevisíveis. Nos cabe tratar de minimizar os impactos com cuidados especiais quanto da concessão do crédito.

Para uma concessão de crédito mais garantida, o ideal é ter um histórico de pagamento do seu cliente, que permite saber como o mesmo se comporta e quanto você pode conceder para ele. Um modo de ter um histórico do seu cliente é utilizando de um Sistema de Gestão, como o GestorIdeal, o qual mantém um histórico do seu cliente, as contas vencidas e as contas que estão vencendo, para que você tenha um controle IDEAL das suas finanças.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top