fbpx

GestorIdeal

Distribuidora de bebidas: organizando seu negócio

A organização é indispensável para o sucesso de um negócio. Aqui estão reunidas algumas dicas para você considerar ao administrar o estoque da sua distribuidora de bebidas.

Crie categorias (grupos e subgrupos) para segmentar os produtos

A categorização é importante para o correto manuseio dos produtos. Cada tipo de bebida requer condições específicas de armazenamento. Segmentá-las em grupos e subgrupos auxiliará na gestão e controle das mesmas. À seguir, exemplos de grupos e subgrupos:

• Destilados • {Grupo}
cachaça; {Subgrupo}
rum;
tequila;
vodka;
uísque.

• Cervejas •
cerveja 0 álcool;
cerveja Pielsen;
cerveja Altbier;
cerveja IPA e etc.

• Sucos •
suco integral 100% natural;
suco detox;
suco orgânico.

Além de organizar o estoque, essa categorização é o primeiro passo para padronizá-lo.

Utilize a curva ABC

Com a estruturação dos produtos já feita, é possível utilizar a curva ABC. Através dela você pode acompanhar quais são os produtos mais vendidos e os que têm menor saída. Este é um método de classificação dos itens do estoque que os separa de acordo com sua importância e impacto dentro das operações. Na curva ABC os itens são segmentados como:

– A: de maior importância, valor ou quantidade;
– B: com importância, quantidade ou valor intermediário;
– C: de menor importância, valor ou quantidade.

Entender a importância de cada alimento ou bebida em seu estoque vai ajudá-lo a saber como alocar melhor seu capital e desenvolver estratégias para compras. Se você sabe, por exemplo, que a cerveja Skol é classe A (mais utilizados e mais vendidos) e que a cerveja Patagônia é classe B (com venda e utilização mediana), pode direcionar o orçamento de compra de acordo com os respectivos impactos destes itens.

Faça um controle periódico

Uma forma eficaz de obter o controle do estoque é através do inventário rotativo, que possibilita encontrar mais facilmente possíveis desvios e a comparação com a contagem de estoque do sistema que você utiliza. Defina ciclos de contagem de acordo com a demanda do seu estabelecimento, seja por inventário semanal, mensal etc.

Planeje suas compras

Avalie seus históricos de compra, de movimentação, de preços dos fornecedores. Estruturar o planejamento antes de realizar novas compras poupa gastos e desperdícios de mercadoria. Leve sempre em consideração o volume atual de produtos ao fazer as contas e previsões.

Tenha um sistema online para te auxiliar

A melhor forma de organizar as informações do seu estoque é através do software de gestão. Com ele você conseguirá acompanhar alterações, delimitar permissões (quem pode dar baixa em produtos no sistema, por exemplo) além de ser sinalizado, inclusive quanto ao déficit de materiais em estoque ou produtos com pouca saída. A ferramenta não resolverá o problema do seu estoque, mas ajudará a verificar dados mais precisos para tomada de decisões, seja ela de compra, precificação e até mesmo operacional.

Seguindo estas dicas, sua empresa terá um controle de estoque mais eficiente ao reduzir perdas, cortar despesas com compras desnecessárias e assim, aumentar o lucro do seu negócio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top