fbpx

GestorIdeal

Entenda a diferença entre custo e despesa

É um assunto que gera confusão para vários empresários. Às vezes é difícil diferenciar custo de despesa através da movimentação de caixa. Para saber como estabelecer seus preços sem prejuízo, continue com a leitura.

Saber definir o que é custo e o que é despesa, se são fixas ou variáveis, é indispensável para definir o preço do produto/serviço que você está vendendo, como vimos na postagem – Como formar o meu preço de venda de uma maneira que não tenha prejuízo?, onde mostramos a melhor forma de chegar ao preço de venda de seu produto. Diante disso, a saúde financeira de sua empresa ficará melhor, pois quando for necessário realizar cortes, você saberá exatamente onde mexer, sem prejudicar o andamento da sua produção.

Qual a importância de saber diferenciar os custos das despesas?

Sabendo como classificar o que é custo e despesa, facilitará muito os relatórios do seu fluxo de caixa, possibilitando enxergar a margem de cada produto e identificar se “x” produto vale a pena ser vendido.

Mas afinal, o que são custos?

Custo é o que é gasto para colocar em execução as atividades da sua empresa. Os custos são relativos ao valor gasto para a execução da atividade final da empresa. Seja a aquisição de produtos para o estoque, incluindo os gastos logísticos e os de produção ou então compras de equipamentos necessários para a prestação de um determinado serviço. Os custos ainda podem ser classificados como diretos e indiretos.

Custos Indiretos

Aqueles que podem ser chamados de custos indiretos são os valores gastos na produção que não podem ser mensurados em função de cada unidade ou que não existe quantidade exata. Portanto, são valores que não podem ser quantificados de maneira simples como acontece com os custos diretos. Como exemplo, temos a energia elétrica e a logística, que são custos que não é possível determinar com precisão o quanto foi gasto por unidade de produto. Nesses casos utilizamos para se calcular o custo por unidade, o critério de rateio, estabelecemos uma proporção aproximada para calcular o custo de cada unidade.

Custos Diretos

Os custos diretos são os valores que são destinados diretamente para o produto vendido, sendo um valor mensurável para cada unidade ou proporção pré-estabelecida. Esses custos são oriundos de matérias-primas, insumos ou até valor de compra de um produto de revenda. Por exemplo, uma lanchonete que fabrica o X-burger, os valores do hambúrguer, pão e mussarela utilizados no lanche é um custo direto, já a energia elétrica e o gás utilizados na chapa são custos indiretos. Podemos dizer que o custo direto é definido pela propriedade que o custo tem de ser mensurável de maneira bem clara.

O que é despesa?

Despesas são aqueles gastos da parte administrativa, como investimento em divulgação, setor financeiro ou comercial. São gastos necessários para o funcionamento da empresa, mas que não estão ligados à atividade final. As despesas podem ser classificadas em fixas e variáveis:

  • Despesas fixas: São aquelas contas que não sofrem muita alteração, não são alteradas com a demanda ou produção da empresa, contas como internet ou aluguel podem apresentar alguma alteração mas não se alteram com a produção da empresa;
  • Despesas variáveis: Essas são algumas que sofrem alterações pela demanda da produção, sejam elas a contratação de mais funcionários ou pagamento de horas extras para suprir um aumento da produção;

Para ficar mais fácil o entendimento de Custos versus Despesas

Custos

Despesas

Matéria-prima Salários da administração
Mão-de-obra (direta ou indireta) Despesas comerciais
Depreciação de máquinas Material de escritório
Energia elétrica Comissão de vendedores
Água Propaganda e publicidade

Quando falamos em saída de dinheiro, além de custos e despesas também encontramos as perdas e os investimentos, como veremos agora:

Perdas

Perdas são aqueles gastos que não tem como prever e que não vão gerar nenhum retorno à empresa, como algum reparo de maquinário. Perda é um gasto necessário mas que não será recuperado.

Investimentos

Esses, ao contrário das perdas, são valores destinados ao aumento de uma futura receita. Os investimentos devem ser vistos de uma forma cuidadosa e serem realizados somente sob real análise de prós e contras, já que exigem altos custos iniciais e podem gerar dívidas inesperadas se não forem bem planejados. Para sabermos onde investir e principalmente se é o momento para tal, é necessário ter um acompanhamento da saúde financeira da sua empresa e uma análise de mercado. É imprescindível acesso a um sistema de gestão, para você que deseja investir e ver o seu negócio crescer.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top