fbpx

GestorIdeal

Melhore os processos de sua empresa através do PDCA

Quando nosso negócio entra em estagnação, sem aumentar os lucros e sem desenvolvimento, é necessário rever nossos processos. Para inovar, um dos passos é definir estratégias, uma bem aconselhada é a aplicação do ciclo PDCA

Conhecido também como ciclo de Shewhart, da qualidade ou de Deming, o PDCA – Plan, Do, Check e Act (planejamento, execução, verificação e ação), o método surgiu para sistemas de qualidade e pela sua facilidade, passou a ser adotado para o planejamento das empresas.

O PDCA é muito utilizado para realizarmos a gestão de qualidade no nosso negócio, como abordado na postagem Gestão de qualidade em Pequenos Negócios, o PDCA segue os principais ideais de atividades para poder validar o seu processo e analisar se está dando certo.

Para realizarmos um planejamento estratégico, tema apresentado no post 5 passos para ter um planejamento perfeito, utilizar o PDCA é muito importante, pois é ele que trará ensinamentos para que possamos dar os próximos passos em nosso planejamento e atingirmos nossos objetivos.

O PDCA é simples, tão simples que normalmente fazemos sem perceber. É composto por 4 processos, que se seguidos corretamente, melhorarão a qualidade de produtos e serviços oferecidos.

Os processos do PDCA são:

  • Plan: Nesse processo é definido o plano, baseando-se em diretrizes ou então nas políticas da empresa. Passos como a identificação, reconhecimento das características e descoberta das causas principais do problema (projeto da garantia da qualidade), são feitas nesse processo. Esse processo é dividido em 5 processos:
      1. Identificação do Problema: é realizado todas as vezes que a empresa depara-se com um resultado (efeito) indesejado, provindo de um processo (conjunto de causas).
      2. Estabelecer meta: o problema será sempre a meta não alcançada, sendo a diferença entre o resultado atual e um valor desejado chamado meta. Toda meta a ser definida, deverá sempre ser constituída de três partes – objetivo gerencial, prazo e valor.
      3. Análise do fenômeno: análise detalhada do problema detectado e suas características, por meio de fatos e dados coletados.
      4. Análise de processo: buscar as causas mais importantes que provocam o problema, através da análise das características que mais se destacam.
      5. Plano de ação: é o produto de todo processo referente à etapa PLAN em que estão contidas, em detalhes, todas as ações que deverão ser tomadas para atingir a meta proposta inicialmente.
  • Do: Dividido em treinamento e execução, é o processo responsável por colocar o plano em ação.
    Durante o treinamento, é de grande importância que seja passado todos os detalhes do plano.
  • Check: Medir ou avaliar oque foi realizado na execução do plano, em outras palavras realizar o feedback do plano.
  • Act: Ao final do PDCA, após ter sido planejado, realizado, feito o feedback, as correções devem ser feitas. O PDCA, por ser utilizado para a correção de problemas do cotidiano ou em projetos. Ishikawa (1985) ampliou os 4 passos do Ciclo PDCA para 6:
    1. Definir metas e objetivos;
    2. Definir métodos para atingir as metas;
    3. Educar e treinar;
    4. Executar a tarefa;
    5. Verificar resultados da implementação;
    6. Atuar corretivamente (Realizar a ação de forma apropriada)

Agora que as informações foram disponibilizadas, podemos colocar nossos planos em ação! Acesse os demais artigos publicados em nosso blog e saiba como realizar todo gerenciamento interno de seu negócio!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Top